(c)
“Aí eu tomo um banho bem quente, pra te espantar da minha pele. E canto bem alto, pra te espantar da minha alma. E escovo minha língua bem forte, pra separar seu gosto do meu. E quase vomito, pra parir você do meu fígado. E tento ser prática e parar de suspirar. E tento abrir a geladeira sem me perguntar o que eu poderia comprar pra te agradar. E tento me vestir sem carregar a esperança de esbarrar com você por aí.”
Tati Bernardi.    (via inverbos)
“Sim, eu trocaria. Eu trocaria as minhas noites de sábado por tardes chuvosas de domingo deitada ao teu lado e dividindo o mesmo cobertor tão pequeno quanto o espaço do sofá da sala. Eu trocaria os meus filmes românticos por teus filmes assustadores pra poder te escutar, mais uma vez, dizendo que eu não preciso ter medo de dormir no quarto sozinha porque você vai segurar a minha mão até eu dormir e, quando eu acordar, nossas mãos vão continuar juntas. Eu trocaria qualquer outra companhia do mundo pra ter o teu silêncio no final do dia. Porque, você conhece as minhas fraquezas e sabe que, quando as coisas não vão bem, eu não preciso de alguém me julgando ou apontando os erros que eu nunca canso de cometer. Eu só preciso de paz. E gosto da tua. Eu ficaria surda para o resto do mundo apenas pra escutar a tua voz sonolenta cantando alguma das minhas músicas preferidas. E, sim: eu ainda escuto as nossas. Mas, não choro mais. Não faz sentido sem você. Nem faz sentido o cheiro de café logo de manhã quando eu acordo e percebo que faz tempo que não escuto você me pedindo que eu faça. Ou, pior: percebo o quanto tudo ficou mais vazio sem você.”
Plenitude.    (via alentador)
“Ninguém ligou, ninguém vai ligar. O visor do telefone não acusa uma mensagem perdida. E-mail, sinal de fumaça, uma chamada não-atendida. Nada.”
Esteban.   (via acrescentada)
“Eu quis espernear, gritar “Fica pelo amor de Deus!” Mas desde quando a gente pede uma coisa assim? Desde quando a gente tem que implorar pra alguém ficar? Mesmo que a vontade inunde nossa alma, e a certeza da falta destrua nossas vontades, amor não se implora.”
Tati Bernardi. (via tajmahhal)
“Nós nos despedimos, mas nossa história não terminou ali.”
Quando ela se foi.   (via nobroke)
“A gente não é nada. De uma hora pra outra as coisas mudam, as pessoas partem ou se perdem de nós.”
Clarissa Corrêa.  (via hopessly)